Criado em 01 Junho 2015

Os vasos sanguíneos são tubos dentro do nosso corpo, que fornecem sangue. Estes vasos sanguíneos estão localizados em toda as partes do corpo, incluindo no cérebro. Por vezes, a parede dos vasos de “sangue” no cérebro não são capaz de resistir a pressão arterial elevada. Tal anormalidade no mundo médico é conhecido como um Aneurisma Cerebral ou conhecimento como derrame cerebral, hemorragia cerebral, hemorragia subaracnoide.

Devido à fragilidade da parede dos vasos e a pressão do sangue relativamente elevada, há possibilidade de que os vasos sanguíneos podem se romper. Quando isso ocorrem, o sangue se infiltra no cérebro causando um sintoma comum, que é conhecida como dor de cabeça. Ao longo do tempo, quando este problema é ignorada, a infiltração se transformar em um fluxo de sangue no cérebro, causando morte súbita do paciente.

Causas do Aneurisma Cerebral: O Aneurisma cerebral se desenvolvem com o enfraquecimento da parede de um vaso sanguíneo. porém, isso podem ocorre por vários fatores, como:

  • Fraqueza da parede dos vasos sanguíneo.
  • Infecção causada por fungos ou bactérias que afetam os vasos sanguíneos.
  • Hipertensão – O risco é maior para paciente que sofre de pressão arterial elevada.
  • Estresse.
  • Além de ser uma causa de pressão sanguínea elevada, a utilização de cigarros pode aumentar as chances de uma ruptura, provocando assim um Aneurisma Cerebral.
  • Aterosclerose.
  • Consumo excessivo de álcool.
  • Uso de drogas, especialmente cocaína.
  • Pessoas que tiveram um Aneurisma Cerebral são mais propensos a ter outro.
  • Em mulheres, com os níveis inferiores de estrogênio após a menopausa.

Sintomas do Aneurisma Cerebral: Os sintomas de um Aneurisma Cerebral é tão simples como dor de cabeça. Devido à simplicidade do próprio sintoma, muitos pacientes tendem a ignorar ou mesmo não ter consciência desta doença, além disso a fatalidade que pode ser causado por ela. entretanto, os sintomas dependem da localização do aneurisma, se ele se rompeu e da parte do cérebro que está sendo comprimida, mas podem incluir:

  • Perda da visão.
  • Visão dupla.
  • Dor nos olhos.
  • Dor de cabeça.
  • Pescoço rígido.
  • Dor no pescoço.
  • Perda de consciência.
  • Náuseas e vômitos.
  • Fotofobia.
  • Confusão mental.
  • Convulsões.

Aneurisma Cerebral

Tratamento Para o Aneurisma Cerebral: O tratamento para esta doença pode apenas ser tratada quando ainda está na fase inicial. A ação para superar essa doença é fazendo a cirurgia para limpar o sangue que se infiltra no cérebro. Isto é feito por aperto dos vasos sanguíneos para reduzir as fugas. No entanto, se o paciente tem ido para estágio grave, a probabilidade de ser salvo é muito pequena.

O seu médico vai pensar sobre várias coisas antes de decidir o melhor tratamento para você. Coisas que irão determinar o tipo de tratamento que você irá recebe incluem sua idade, tamanho do aneurisma, fatores de risco adicionais e a sua saúde geral.

 

 
Criado em 21 Maio 2015

Probabilidade de sangramentos gastrointestinais aumenta em 30%

Milhares de pessoas tomam uma aspirina infantil todos os dias para prevenir ataques do coração e derrames, ou ainda para diminuir o risco de desenvolver um câncer. Uma nova pesquisa, entretanto, mostra que esse medicamento pode não ser tão seguro, dado que seu uso contínuo pode trazer mais problemas do que benefícios. O estudo foi feito por pesquisadores de Londres e publicado na versão online de Archives of Internal Medicine.

DESCOBRIR

A pesquisa teve a análise de nove estudos anteriores que avaliaram o uso de aspirinas nos Estados Unidos, na Europa e no Japão, totalizando 100.000 participantes. Os resultados mostraram que o uso contínuo de aspirina reduzia em 10% o risco de qualquer evento cardíaco e diminuía em 20% a ocorrência de ataques cardíacos não fatais. Por outro lado, o uso do medicamento aumenta em 30% a probabilidade de sangramentos gastrointestinais, um dos efeitos colaterais da aspirina. Assim, a cada 162 pessoas que faziam uso da droga, duas tiveram episódios de sangramento.

Além disso, embora alguns estudos tenham apontado uma diminuição no risco de desenvolver câncer, a nova análise não identificou qualquer benefício. Nos Estados Unidos, muitas pessoas sequer consideram a aspirina um tipo de medicamento e, por isso, fazem uso dela sem moderação

Para investigar a relação entre uso de analgésicos e a perda auditiva, os pesquisadores definiram como uso regular o hábito de tomar medicamentos pelo menos duas vezes por semana. As conclusões foram que em relação à aspirina, o risco de perder a audição é 33% maior em homens com menos de 59 anos de idade. Entretanto, o mesmo risco não foi observado nos homens acima de 60 anos. Muitos desses homens consomem aspirina regularmente para prevenir doenças cardiovasculares, tendo em vista que essa substância é considerada um anticoagulante do sangue.

 
Criado em 15 Maio 2015

Você sabia que muitas vezes o mau humor é causado por deficiências nutricionais? Mas isso tem solução, pois existem certos alimentos que nós consumimos que ajudam a gerar uma onda de pensamentos e sensações positivas, e isso nos coloca em um ótimo estado de humor durante todo o dia. Então agora nós vamos conhecer alguns dos melhores alimentos para combater o mau humor.

 

Chocolate

Após um dia de grande tensão, não há nada melhor do que comer um delicioso chocolate para nos deixar bem humorados. De acordo com estudos realizados por diversos especialistas, o consumo de um pouco de chocolate preto reduz hormônio do estresse chamado cortisol e catecolaminas, que são responsáveis pela ansiedade e mau humor.

Verduras de folhas verdes

Vegetais de folhas verdes contêm quantidades elevadas de ácido fólico que podem ajudar a combater a depressão. Além disso, a vitamina B que eles possuem permite decompor um aminoácido chamado homocisteína, que pode estar ligado com a depressão e o mau humor.

Peru ou frango

Comer carne de peru ou de frango é muito bom para quem quer combater o estresse e a ansiedade, pois produzem substâncias químicas quem promovem a sensação de bem estar, melhorando assim o nosso humor.

Salmão

O mau humor causado pelas preocupações do dia-a-dia são mais comuns do que imaginamos. Quando você estiver em um momento de estresse, seja por causa do trabalho, escola, filhos, relacionamento, etc… coma um filé de salmão que você vai se sentir muito melhor. Isso acontece porque contém Ômega 3, um ácido graxo que ajuda a combater a raiva e a irritabilidade.

Iogurte grego

A irritabilidade e a ansiedade muitas vezes podem ser causadas por causa de um baixo teor de açúcar no sangue, e para prevenir esse transtorno o ideal é consumir iogurte grego baixo em calorias. Você pode adicionar um punhado de amêndoas.

Chá preto

O chá preto, frio e quente, pode ser uma ótima maneira de combater o estresse, que afeta o humor, diminuindo o cortisol, o hormônio responsável pela sua produção.

Sanduíche de ovo

Alguns dias antes da menstruação, muitas mulheres sofrem de crises de mau humor, além disso, muitas mulheres sentem um forte desejo de consumir carboidratos. Com isso, muitas mulheres acabam caindo em tentações como batatas fritas, fast foods, entre outros alimentos pouco saudáveis. É possível substituir esses alimentos com um delicioso sanduíche de ovo que, além de saciar a fome, lhe dará uma quantidade extra de serotonina, muito eficaz na manutenção do bom humor.

 
Criado em 03 Maio 2015

Comer um chocolate na hora de ir para a cama não é uma boa ideia se você estiver batalhando para controlar a compulsão por doce. Segundo uma pesquisa publicada na revista científica norte-americanaAppetite, o que é consumido à noite afeta os níveis de açúcar no sangue por até 14 horas. 

 

Na prática 

Significa que, ao acordar, a taxa de glicose no sangue pode estar descontrolada, o que faz você sentir vontade de comer bolo ainda no café da manhã. 

Saiba o que comer 

Para quebrar esse ciclo vicioso, Vanderli Marchiori, nutricionista de São Paulo, sugere optar por um lanchinho com proteína, fibras e um pouco de gordura (iogurte com castanha, por exemplo). 

– isto é, se sentir fome antes de deitar. "São nutrientes que têm uma velocidade de absorção lenta e, portanto, capazes de manter os níveis de açúcar mais estáveis." 

Melhor momento 

Ela aconselha deixar o chocolate (70% cacau!) para depois do almoço. "É o melhor horário para que a compulsão por doce fique controlada." 

Reprodução

 

Bonde

 
Criado em 18 Abril 2015

A maior parte do organismo humano é formada por água, 75% dos músculos é água, por exemplo. Portanto, é importante consumir uma boa quantidade de água diariamente para manter a saúde.

Dois litros de água por dia é o que a maior parte dos nutricionistas e médico aconselha

Com a ingestão de água provocamos uma diurese maior, o que favorece a eliminação de toxinas e previne algumas doenças. Os especialistas vão mais longe e insistem na importância do consumo da água em jejum. Mas por que?

Segundo o Instituto Europeu de Hidratação, a água é o solvente que permite muitas das reações químicas vitais do organismo, ajudando a manter as funções corporais.

Confira abaixo uma lista dos benefícios, segundo o instituto.

Cinco benefícios do consumo de água em jejum:

1 - Uma hidratação adequada é importante para o funcionamento correto do cérebro. Quando estamos hidratados adequadamente, as células do cérebro recebem sangue oxigenado e o cérebro permanece alerta.

2 - O consumo adequado de água é essencial para o bom funcionamento dos rins, ajudando-os a eliminar através da urina os resíduos e nutrientes desnecessários.

3 - A água melhora o trato digestivo, já que é necessária na dissolução dos nutrientes para que estes possam ser absorvidos pelo sangue e transportados para as células.

4 - A água também é uma grande aliada da pele, ajudando a manter a elasticidade e a tonicidade.

5 - A água também atua como um lubrificante para os músculos e articulações: ajuda a proteger as articulações e também o melhor funcionamento dos músculos.

Carmen García Torrent, nutricionista e licenciada em Ciência e Tecnologia dos Alimentos, afirmou que o recomendável é tomar de um a dois copos de água em jejum e, em seguida, continuar bebendo o líquido o resto do dia até chegar aos dois litros.

 

 

 

 
Criado em 06 Março 2015

Saiba quais são os treinos pouco elaborados que mais transformam o corpo feminino.

Se você pega firme na malhação, mas não observa mudanças significativas no seu corpo, pode estar investido no exercício errado. Alguns treinos, apesar de exigirem muito esforço, trabalham áreas que não são seu foco. É o caso dos abdominais, que não são eficazes para queimar caloria e eliminar gordura, ou da dança, que não promove a tonificação muscular de todos os grupos.

 

Sabemos que exercícios completos como muay thai, boxe ou crossfit geram resultados super-rápidos, mas nem sempre temos tempo ou dinheiro para investir em uma escola especializada que ofereça esse tipo de aula. Portanto, se seu objetivo é emagrecer, perder barriga, modelar o bumbum ou eliminar a gordura dos braços, veja quais são os treinos simples que mais dão resultados em mulheres. Eles podem ser feitos até mesmo em casa e transformam o corpo em pouco tempo.

A lista foi desenvolvida pelo portal Health Digezt.

Pular corda O treino, que promove um alto gasto calórico, é a maneira mais fácil e rápida de transformar o corpo. Basta comprar uma corda compatível com a sua altura e fazer quantos saltos aguentar. Divida o treino em séries de 25 a 50, dependendo do seu condicionamento. É importante certificar-se de que você pode fazer exercícios de impacto antes de iniciar a prática.

Agachamento Este exercício trabalha todos os músculos inferiores, a lombar e o abdome e é muito eficaz para mulheres. Se seu objetivo é aumentar o bumbum e enrijecer toda a perna, aposte no agachamento com pouco peso. Se quer ganhar coxas definidas e maiores, aumente a carga.

Flexão de braço A modalidade é difícil e requer bastante força nos membros superiores. Para eliminar o ‘músculo do tchau’, que é aquela gordurinha extra na parte inferior do braço que balança sempre que você acena, você deve trabalhar o tríceps. Para isso, ao fazer a flexão, mantenha o cotovelo o mais próximo possível do corpo.

Afundo Por trabalhar cada perna individualmente, este exercício promove resultados eficazes e rápidos. Além de transformar os membros inferiores, o afundo requer muito do abdome e ainda melhora o equilíbrio. Você pode fazer com ou sem carga.

Natação É o exercício mais completo que existe. Nadar queima muitas calorias, fortalece braços e pernas, trabalha abdome e lombar, tem zero impacto, é relaxante e reduz a depressão. Qualquer pessoa de qualquer idade pode realizar este exercício, que é indicado, inclusive, em casos de reabilitação.

Corrida A boa e velha corrida não poderia ficar de fora da lista, já que, além de ser muito eficaz para queimar calorias, oferece uma série de benefícios ao corpo. Ela melhora a saúde do coração, auxilia na digestão, fortalece os músculos da perna e ainda combate a depressão. Se praticada na praia ou no parque, ainda promove o contato com o ar livre e natureza.

Ciclismo Praticada na bicicleta ergométrica ou ao ar livre, a modalidade promove uma perda muito grande de calorias em pouco tempo e fortalece os músculos da perna. A diferença é notada em poucas semanas. Além disso, o ciclismo trabalha os músculos dos braços, costas e, principalmente, abdominal. No mais, melhora a circulação sanguínea e protege o coração.

 

 
Criado em 27 Fevereiro 2015

Pular da cama ou dormir mais um pouco? Para muita gente, o dilema é diário. Para o nosso corpo, muitas vezes a segunda opção é a escolhida, mesmo quando nosso cérebro sabe que temos que acordar cedo para trabalhar ou cumprir outras atividades. 

Reprodução

 

E quando finalmente o despertador é escutado, muitas pessoas começam o dia sem disposição, só pegando no tranco no fim da manhã ou começo da tarde. 

Na maioria das vezes, a dificuldade para acordar bem disposto tem um grande culpado: a privação de sono. "Antes, no começo do século XX, dormíamos cerca de nove horas por noite, hoje a média é menor do que sete horas", compara o pneumologista Geraldo Lorenzi Filho. 

Mas é claro que outros fatores também podem influenciar nisso. "Também existem aspectos genéticos, pessoas que têm tendência a acordar e dormir muito tarde ou muito cedo. Só que essa é uma porcentagem muito pequena da população", frisa a pneumologista Sonia Togerio, pesquisadora do Instituto do Sono, da Unifesp, em São Paulo. 

De qualquer forma, acordar com dívidas na conta de sono pode ser prejudicial ao rendimento e à saúde. "Isso causa problemas de memória, humor, falta de atenção e, é claro, sonolência", ensina Sônia. Por isso pedimos aos especialistas algumas dicas para tornar essa tarefa muito mais fácil. A seguir, você confere as estratégias para conseguir acordar mais cedo e com o pique em alta. 

Tenha horários constantes 

O corpo pode não ser exato, mas ele é regido por um ciclo chamado circadiano, expressão que significa "cerca de um dia". Isso porque o organismo organiza suas funções para que ocorram sempre em 24 horas mais ou menos, obedecendo a duração do dia. Esse é o tal do relógio biológico. Manter uma hora certa para dormir e acordar ajuda a regular um pouco mais esse nosso cronograma interno. 

"Ficar mexendo no nosso ciclo circadiano o desregula. Ao dormir mais tarde, você atrasa o relógio e volta a não conseguir acordar cedo", esclarece o médico do sono Geraldo Lorenzi. É claro que não é preciso exagerar e ser sempre pontual, mas manter uma rotina faz parte da higiene do sono e ensina o corpo a ter uma frequência. 

Use e abuse da luz 

Reprodução

 

Um dos reguladores do ciclo circadiano é a luz, já que o corpo tem funções diferentes à noite e durante o dia. Portanto, o sol é um excelente indicador para o corpo que está na hora de acordar. "Abrir a janela de manhã como as avós ou seus pais faziam é uma excelente maneira de dizer para o organismo que já é dia", pontua o médico do sono Lorenzi. 

E em dias nublados, mesmo a luz artificial pode ter esse efeito. "Depende, é claro, de sua intensidade", reitera a pneumologista Sônia Togerio. Em vez de dormir com cortinas ou persianas, que bloqueiam totalmente a passagem da luz matutina, experimente deixar a janela do quarto liberada para a entrada do Sol antes mesmo de ir para a cama. 

Relaxe antes de dormir 

Reprodução

 

As vovós também viviam dizendo aos netos para pararem um pouco de brincar na hora de dormir. E, mais uma vez, elas estavam certas! "O mais indicado é não fazer atividades estimulantes, principalmente no caso dos adultos. Trabalhar, por exemplo, excita a mente, ainda mais ficar pensando no que precisa ser feito no dia seguinte", argumenta a pneumologista Sônia. 

Ver televisão, navegar na internet, jogar videogame, tudo isso entra na lista de proibições. Mas não precisa parar de cumprir tudo isso assim que o sol se por. Basta separar uma hora para relaxar e ficar longe de tudo isso quando estiver próximo de dormir. Nessas horas, um livro ou uma música relaxante são ótimas pedidas. 

Tome cuidado com a atividade física 

A atividade faz muito bem à saúde, e quando feita logo cedo, colabora para a disposição. "O nosso ciclo cicardiano está muito relacionado à temperatura do corpo, quando ele está frio, temos sono. A atividade física eleva o calor corporal, ajudando a despertar melhor", explica Lorenzi. Por outro lado, fazer exercícios muito perto da hora de dormir tem o mesmo efeito, atrapalhando o sono. "O indicado é sempre fazer exercício três horas antes de dormir", ensina Sônia. 

Resista ao botão soneca 

Você pode achar que está enganando o despertador, mas é o seu corpo que é feito de bobo ao apertar o botão "soneca" do relógio. "Pode fazer mal, porque se tem um sono fracionado, que é de segunda qualidade, e acaba-se dizendo ao corpo que ele pode dormir assim, o que não é certo", ensina Lorenzi. O ideal é acordar assim que o despertador toca, e não ficar barganhando mais uns minutinhos. 

Bonde

 
Criado em 19 Fevereiro 2015

Para cuidar do bebê com asma é importante evitar os alergênios, como poeira, pólen, pêlo de animais ou bolor, pois facilitam o surgimento dos sintomas de asma que incluem tosse seca, chiado ou respiração rápida, por exemplo. 

Além disso, o pediatra também pode recomendar fazer nebulizações com remédios corticoides, 1 vez por dia, para evitar o surgimento de crises de asma e fazer a vacina da gripe todos os anos, antes do início do inverno

Geralmente, a asma não tem cura, mas ao longo do tempo o bebê pode apresentar cada vez menos crises devido ao desenvolvimento e fortalecimento do sistema respiratório, por isso estes cuidados deverão ser seguidos diariamente, por toda vida. 

Quando desconfiar, se o bebê tem asma 

Os pais podem desconfiar que o bebê sofre com asma quando um dos pais é asmático, se durante a gestação a mãe fumou ou esteve perto de fumantes e se a criança apresentar: 

Chiado no peito ao respirar ou chorar; 

Choro frequente; 

Dificuldade para mamar. 

Neste caso, os pais devem levar a criança ao pediatra, e na consulta, devem falar quais são os sinais que o bebê apresenta, quando surgem e se existe historial de asma na família, para ajudar o médico a chegar ao diagnóstico. 

Como deve ser o quarto do bebê com asma 

 

Reprodução

Os pais devem ter especial atenção ao preparar o quarto do bebê, uma vez que é nesse local que o bebê passa mais tempo durante o dia. Assim, os principais cuidados no quarto incluem: 

Usar capas anti-alérgicas no colchão e almofadas da cama; 

Trocar os cobertores por edredões ou evitar usar cobertores com pêlo; 

Trocar a roupa da cama todas as semanas e lavá-la em água a 130ºC; 

Colocar chão emborrachado lavável, como mostra a imagem 2, nos locais onde a criança brinca; 

Limpar o quarto com aspirador de pó e pano úmido, pelo menos, 2 a 3 vezes por semana; 

Limpar as pás dos ventiladores 1 vez por semana, evitando o acúmulo de poeira em cima do aparelho;

Retirar tapetes, cortinas e carpetes do quarto da criança; 

Evitar a entrada de animais, como gato ou cão, dentro do quarto do bebê. 

Já no caso do bebê que apresenta sintomas de asma devido a alterações na temperatura, também é importante utilizar roupas adequadas à estação de ano para evitar mudanças bruscas de temperatura. 

Além disso, os bonecos de pelúcia devem ser evitados, pois acumulam muita poeria. No entanto, caso existam brinquedos com pêlo é aconselhado mantê-los fechados em um armário e lavá-los, pelo menos, 1 vez por mês. 

Estes cuidados devem ser mantidos por toda a casa para garantir que as substâncias alérgicas, como poeria ou pêlo, não são transportadas para o local onde o bebê se encontra. 

O que fazer quando o bebê tem uma crise de asma 

O que se deve fazer na crise de asma do bebê é fazer as nebulizações com remédios broncodilatadores, como Salbutamol ou Albuterol, prescritas pelo pediatra. Para isso deve-se: 

Colocar o número de gotas do remédio indicado pelo pediatra no copinho do nebulizador; 

Adicionar, no copinho do nebulizador, 5 a 10 ml de soro fisiológico; 

Posicionar a máscara corretamente no rosto do bebê ou colocar junto no nariz e boca; 

Ligar o nebulizador durante 10 minutos ou até que o remédio desapareça do copinho. 

As nebulizações podem ser feitas várias vezes durante o dia, de acordo com indicação do médico, até que os sintomas do bebê diminuam. 

Quando ir no médico 

Os pais devem levar o bebê ao pronto-socorro quando: 

Reprodução

 

Os sintomas de asma não diminuem após a nebulização; 

São necessárias mais nebulizações para controlar os sintomas, do que as indicadas pelo médico; 

O bebê apresenta dedos ou lábios arroxeados; 

O bebê está com dificuldade para respirar, ficando muito irritado. 

Além destas situações, os pais devem levar o bebê com asma a todas as consultas de rotina marcadas pelo pediatra para avaliar o seu desenvolvimento. 

Bonde

 
Criado em 12 Fevereiro 2015

Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde e saiba por que especialistas pedem para que se compre água mineral para beber. É claro que algumas pessoas não têm condições de arcar com os custos de se beber água mineral sempre, mas o ideal seria que essas pessoas sempre tomassem a bebida de modo mais límpido possível. A água que sai de nossas torneiras é considerada potável, mas alguns elementos que constam nela podem fazer muito mal à saúde, causando pedras no rim (se consumida a longo prazo) e até outros danos.

 

Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde e comece a repensar o consumo de água vinda da torneira. Entre os elementos encontrados na água que sai de nossa torneira está o alumínio, que é encontrado de modo natural em superficiais e subterrâneas. O alumínio é utilizado no tratamento da água, adicionado em alguns alimentos, na fabricação de latas, telhas, papel alumínio e na indústria farmacêutica. Se ingerido em excesso pode dar problema no sistema nervoso nos ossos.

717025 Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde 02 Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde

 

PROBLEMAS NO CORAÇÃO

O bário está na água naturalmente, mas isso é potencializado na água tratada porque ele é usado na indústria da borracha, cerâmica, têxtil e farmacêutica. Se consumido em grande quantidade esse produto acaba afetando o coração, causando problemas nervosos e de pressão arterial.

717025 Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde 03 Descubra o quanto água de torneira faz mal à saúde

Nitrogênio nitrato é adicionado a água por causa dos esgotos sanitários, resíduos industriais e escoamento da chuva por solos fertilizados. Essa substância em grande quantidade estimula o crescimento excessivo de algas, o que causa uma poluição na água. Além disso, o nitrogênio nitrato é tóxico e causa metahemoglobinemia, que é uma doença letal emcrianças.

ÁGUA DE TORNEIRA PODE TER EFEITO LAXATIVO

O sulfato que está na água é o resultado da dissolução de solos e rochas, mas o esgoto doméstico e resíduos industriais aumentam a quantidade da substância na água. Se esse elemento estiver presente na água em grande quantidade pode causar dor de barriga. Os demais elementos da água, como o cloro, por exemplo, não causam nenhum mal á saúde, mas mudam o sabor da água vinda da torneira se comparado com a água natural.

Claro que todos esses males somente ocorrem se ingerir as substâncias mencionadas em grandes quantidades, mas para prevenção, o melhor é comprar água mineral.

Mundo das Tribos R7

 

 
Criado em 05 Fevereiro 2015

Especialistas afirmam: frutas são essenciais para a dieta e para a saúde. Mas você sabia que a forma que você consome faz toda a diferença e que o exagero pode transformar as frutinhas em vilãs para o corpo? Para evitar problemas, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda comer cinco porções por dia. E qual deve ser a quantidade de fruta em uma porção? E onde o suco entra nessa história?

O que é uma porção de fruta

Uma porção é calculada pelas calorias dos alimentos, onde cada porção equivale a cerca de 60 ou 70 calorias (relativo a uma dieta de 2 mil calorias diárias). 

A conta é simples. Frutas unitárias de tamanho médio, como maçã, banana e pera, por exemplo, podem ser consideradas uma porção. Frutas maiores, como melão, mamão ou melancia, têm em uma fatia as calorias necessárias da porção. Já frutinhas pequenas, que vêm em cachos, como uvas, podem ser consumidas de 10 a 12 frutos por porção. 
 

Um copo de suco é uma porção de fruta?

Os sucos podem ser perigosos, já que, muitas vezes se usa mais do que uma porção de frutas para preparar um copo. É o caso do suco de laranja, por exemplo, que precisaria de ao menos três laranjas para preparar a bebida. Nesse caso, a pessoa consumiria três das cinco porções diárias recomendadas em apenas um copo da bebida.

Além disso, o suco é uma opção mais calórica e com menos fibras do que a fruta in natura, e também pode pedir pela adição de açúcar ou adoçante. Por isso é sempre mais indicado comer uma porção de fruta. Porém, caso não tenha como consumi-las, o suco pode ser uma alternativa – desde que respeite a quantidade ideal indicada pela OMS.

 

 

 
 

Pagina 5 de 15

<< Iniciar < Ant 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próx > Fim >>