Criado em 21 Agosto 2019

O juiz Alberto José Ludovico decretou na tarde desta terça-feira (20) a prisão preventiva de um jovem de 25 anos que bateu e ameaçou de morte a própria mãe, uma mulher de 41 anos. O caso aconteceu na tarde da última segunda (19) no centro de Rolândia. A vítima foi agredida no meio da rua depois que negou do rapaz de levar objetos de casa. Vizinhos viram a confusão e chamaram a Polícia Militar, que prendeu o suspeito.

 



Na delegacia, ele preferiu não falar nada. Já a mãe, em depoimento, descreveu a relação turbulenta dos dois. Contou ao delegado Bruno Silva Rocha que "já foi xingada e agredida outras vezes, mas não denunciou porque ficou com dó. Ele sempre é agressivo quando está sob efeito de drogas e bebida. Quando saiu hoje (domingo) de casa, estava tudo normal, até mesmo pediu benção", disse.



Segundo o relato obtido pelo Bonde, o rapaz voltou às 15h gritando e mandando a mulher abrir a porta. "Ele pegou um martelo, mas consegui fugir. Tentou ainda me afogar apertando a garganta para que não pudesse gritar. Fiquei bastante inchada. Enquanto isso, ele falou que me mataria e colocaria fogo na residência. Mesmo com a polícia aqui, tentou me agredir de novo", observou. 

De acordo com a Polícia Civil, o jovem tem passagens por ameaça e posse de drogas para consumo pessoal. O interessante é que em 9 de agosto deste ano, exatos 10 dias antes de agredir a mãe, ele havia sido solto da cadeia de Rolândia. Na ocasião, foi preso por ameaçar o irmão com um facão. 

"Já está demonstrado que a medida cautelar diversa da prisão, como a tornozeleira eletrônica, não é suficiente para inibir novas ações delituosas", disse o juiz Ludovico na decisão. O inquérito policial ainda não foi concluído.

Rafael Machado - Grupo Folha

Filho que ameaçou e bateu na própria mãe continua preso