Moda

Previous Next

A cada nova temporada 'renovam-se' também as tendências. Modelos que foram sucesso nas décadas passadas, ganham novas roupagens e acabam voltando como tendência em diferentes estações. Neste inverno, a peça da vez é a calça flare. Herança dos anos 70, o modelo voltou nos anos 90 nunca mais saiu completamente de cena, mas sempre aparecia de forma discreta. Em 2015, no entanto, a calça flare promete ser a protagonista da estação. 

Coxas grossas 

Democrático, confortável e elegante, o modelo pode ser usado por todos os tipos de silhueta. No entanto, é ideal para aquelas que desejam parecer mais altas ou mais magras, já que ajuda a alongar e afinar o corpo, tornando-o mais esguio. Mulheres com quadril largo e coxas grossas são as mais beneficiadas, pois o corte equilibra a parte inferior das pernas, desviando a atenção dos quadris. Aquelas que possuem essas características físicas, devem optar sobretudo por modelos sem lavagens e detalhes. 

Reprodução/Pinterest

 

Looks ideais para o ambiente de trabalho

Baixinhas 

As mais baixinhas devem tomar um pouco de cuidado ao escolher o modelo, pois ele pode achatar o corpo. Usar a flare com salto alto e blusa no mesmo tom da calça, confere uma silhueta mais alongada (calça clara com blusa clara ou calça escura com blusa escura). Além disso, quando a mulher tem baixa estatura, fica mais difícil encontrar calça flare no comprimento certo. Como normalmente precisam fazer a barra calça, muito da parte larga acaba sendo cortada e modelo fica comprometido. Nesse caso não tem muito o que fazer, além de experimentar diversos modelos até encontrar a que precise fazer o menor tamanho de barra. 

Aliás, o segredo da flare está fundamentalmente no ajuste da barra, que não deve arrastar no chão. Uma largura adequada também deve ser levada em consideração. 

 

Reprodução/Pinterest

Se a ocasião for festiva, aposte em modelos com tecidos nobres como crepe, seda e linho, que conferem requinte ao visual

A flare é uma peça muito versátil, que cria um visual chique e atual, por isso pode ser usada no trabalho, nos momentos de lazer e até em festas, o que diferencia será o tecido usado em cada ocasião. 

Pernas finas 

Quem tem pernas finas deve abusar dos modelos flare com estampas. Além de dar mais volume à região, looks com variação de cor, textura e padronagens são superestilosos e, junto com peças básicas como blusinhas e rasteirinhas, ganham um toque gipsy descolado. 

Salto alto x Salto baixo 

Para a alegria daquelas que não abrem mão do conforto, a calça flare também combina com calçados sem saltos. Aposte em sapatilhas ou rasteirinhas preferencialmente de bico fino. 

Recomendados principalmente para quem tem quadris largos, os saltos proporcionam uma elegante sensação de alongamento do corpo. Com este tipo de calçado é possível alcançar uma composição mais sofisticada, muito adequada para eventos ou festas mais formais. 

 

Trabalho 

Nos locais que permitem o uso de jeans, opte pelo jeans escuro e sem lavagem. Para deixar o visual mais refinado, aposte em blusas de tecidos fluídos ou camisas e acessórios. Se o jeans não for permitido, os modelos de veludo (perfeitos para o inverno), sarja, linho e algodão são ideais. 

Lazer 

Para as ocasiões de lazer, aposte em looks casuais usando jeans com diferentes lavagens, cores e estilos. Combiná-los com t-shirts, que nunca saem de moda, regatinha e blusas de fio, além de acessórios com mais informação, são boas pedidas! 

Festas 

Ao contrário do que muita gente pensa, calças podem sim ser usadas em eventos sociais, desde que o local e horário permitam. Ao escolher uma flare para um evento é fundamental que ela seja feita de um bom tecido (crepe, seda, linho,etc) para conferir requinte ao look. Combine-a com blusas de tecidos igualmente requintados e com um certo brilho. isso vai garantir muito mais glamour ao seu visual. Nesta ocasião os acessórios são fundamentais: pedrarias são perfeitas para o momento. (Com informações doTete Reinaldim Consultoria de Imagem e UmComo) Bonde